A minha descoberta da vocação começou quando fui pela primeira vez a um campanário do Pré-Seminário. Na altura pensava que ia para um local onde simplesmente iria aprender mais sobre Jesus e a Igreja, como na catequese, só que de uma forma mais animada.

Durante essa semana de campanário (e ao longo destes anos como pré-seminarista) fui-me apercebendo que afinal o Pré-Seminário não era só isso, que para além de me ensinar coisas sobre Jesus ou sobre a Igreja, ensinava-me a ser cristão, a ser parte da Igreja; ensinou-me que ser cristão não era cumprir um conjunto de regras ou ir à missa ao domingo, mas que era um caminho para a santidade.

O Pré Seminário tem-me ensinado que esse caminho não era conseguido pelas minhas capacidades (mas com a ajuda de Cristo), que não era impossivel (pelo exemplo de santos ou por partilha de experiências ou testemunhos de padres, animadores ou mesmo outros pré-seminaristas) e que não se dissocia das outras dimensões da minha vida (escola, amigos, família …), pelo que também me ajudou a encará-las de um outro modo e a vivê-las melhor também.

O Pré-Seminário tambem me tem mostrado que este caminho não se faz sozinho e, por isso, deu-me a oportunidade de caminhar com um grupo de outros rapazes que, procuram fazer esta jornada e que são uma grande motivação e exemplo para continuar a caminhar. São estes os aspectos que mais destaco na minha experiência vocacional neste grupo.

Pedro Miranda, Pré-Seminarista do 11º ano